Pesquisa QC

Pesquisa personalizada

sábado, 26 de setembro de 2009

Organize-se



- Você abriu? Feche.
- É de graça? Não desperdice.
- Acendeu? Apague.
- Ligou? Desligue.
- Não sabe como funciona? Não mexa, pergunte.
- Quebrou? Conserte.
- Não sabe consertar? Chame alguém que o faça
(dê oportunidade aos outros).
- Fez? Assuma.
- Desarrumou? Arrume.
- Pediu emprestado? Devolva logo.
- Sujou? Limpe.
- Está usando algo? Trate-o com carinho.
- Para usar o que não lhe pertence, peça licença.
- Não veio ajudar? Não atrapalhe.
- Prometeu? Cumpra.
- Ofendeu? Desculpe-se.
- Falou? Assuma.

(Autor Anônimo)

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Mudança de Hábito



Olhaste hoje seu umbigo ? Fizeste algum carinho em seus pés descalços ? Não ?! Pois então faça isto agora... Desça, nem que seja por um pouco de sua mente. Experimente se tornar ausente, até mesmo descrente... Mas da mente, entende ? Inspiraste a fragrância de seu xampu no seu banho matinal ? O sabor das bolachas misturadas ao mel, sentiste ? E o canto dos passarinhos na mangueira do quintal, ouviste ? Ainda não secaram as gotas de orvalho nas folhagens. Queres ver ? Desça então alguns instantes da sua mente e seja seus olhos. Só os olhos bastam para se alegrar ao coração. Basta apenas seus ouvidos para escutar esta canção. Então porque, porque tanta confusão ? É a mente, somente a mente, meu irmão. Vamos dar um passeio fora da cabeça ? Em vez do shopping, um banco no jardim. A novela hoje não, o desenho animado sim. O terno no armário, o carro na garagem. O jornal sem ser lido, a seriedade ignorada. Viva o corpo, o movimento, a expansão... Mude de hábito, liberte seu coração. Pois a Vida não pensa. Ela é pura inspiração. E força nenhuma no mundo, interfere no poder da criação.

Denis Cunha (um Criador da Nova Energia) - 15.12.08

Fonte: http://www.centronovaenergia.com

domingo, 20 de setembro de 2009

Vivendo com o que se ganha


A maioria das pessoas vivem gastando mais do que ganham e terminam vivendo com menos do que ganham, vivendo em estresse permanente. Em decorrência disto, diminuem seu desempenho e bem-estar no emprego e na própria família. Tudo em virtude de questões psicológicas e de apelos e hábitos de consumismo, por uma sociedade movida pela imitação, ostentação externa e insegurança de status. Então como se pode poupar ou até enriquecer? Gastando menos do que se ganha e, se possível, ganhando mais. E como empobrecer? comprando antes de se ter ganho. Vale a pena pensar. Síntese do texto de Carrion Júnior, professor de economia (Correio do Povo, 09/10/1996).

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Pessoas Interessantes

Pouca gente está satisfeita com a aparência que tem. Até mesmo modelos e estrelas de cinema costumam reclamar de seu visual. Algumas coisas podem ser mudadas, como o peso, a cor do cabelo, o formato do nariz, o modo de se vestir. Mas muitas coisas não podem. É saudável ter certa preocupação com a aparência, mas não é saudável é transformar isso em obsessão e motivo de infelicidade. Se você quiser se tornar atraente, invista em sua personalidade e desenvolva o seu próprio estilo. Torne-se uma pessoa interessante, que sabe manter uma conversa agradável e sabe tratar os outros bem.

domingo, 13 de setembro de 2009

Brasil, 3º colocado no maior torneio de educação profissional do mundo

O Brasil conquistou o 3º lugar em número de medalhas no Worldskills 2009, maior torneio de educação profissional do mundo, promovido pela International Vocation Training Organization, em Calgary, Canadá. Os brasileiros ganharam quatro medalhas de ouro, quatro de prata, duas de bronze e cinco diplomas de excelência. Com 519,20 pontos, o Brasil obteve quarto lugar em pontuação. O Senai RS ganhou duas medalhas de prata com os alunos Alexandre Concari, em Joalheria, e Geverson Schimitt (Guaporé) e Roberto Barbosa Ribas, em Aplicação de Revestimento Cerâmico (Santa Maria). De Sapucaia do Sul, André Didoné recebeu diploma de excelência em Instalações Elétricas Prediais. O Brasil ganhou ouro em Eletrônica, CAD, Tecnologia da Informação e Mecânica de Refrigeração; prata em Mecatrônica e Fresagem a CNC e bronze em Web Design e Soldagem. Para saber mais: http://www.senainoworldskills.com.br. VALORIZE O BRASIL!


quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Novo Sinal


Porto Alegre tem um novo sinal de trânsito. Ele é fácil de fazer, fácil de entender e veio para melhorar o nosso dia a dia, ajudando o pedestre a atravessar a rua na faixa e deixando o trânsito da cidade mais seguro para todos. O que você precisa saber: PEDESTRE - Atravesse na faixa. E faça o novo sinal. Quando você estiver caminhando pela cidade, use sempre o novo sinal para atravessar na faixa. Ele funciona como um diálogo entre você e o motorista, sinalizando que você deseja atravessar. Onde tem sinaleira, respeite a sinaleira. Normalmente, as sinaleiras estão em lugares onde circulam muitos carros. Nesses locais, é a sinaleira que indica a hora de atravessar, por isso o novo sinal não deve ser feito. É essencial respeitar o que indica a sinaleira e esperar a sua vez para atravessar com segurança. Para atravessar onde não tem faixa, preste atenção. Se tiver uma faixa de pedestres a 50 metros ou menos de onde você está, atravesse na faixa. É mais seguro e garante mais harmonia no trânsito. Onde não tiver faixa por perto, lembre-se: olhe para os dois lados, atravesse em linha reta e sem correr. Onde não tem faixa de pedestres, não faça o sinal. O trânsito é para todos e você tem preferência na faixa. Onde não tem faixa de pedestres, o novo sinal não deve ser feito. MOTORISTA, MOTOCICLISTA E CICLISTA - Motorista, motociclista, ciclista - Ao ver pedestre na faixa, pare e dê a preferência. Respeitar a faixa é mais do que gentileza, é lei. Uma lei que nasceu para deixar o trânsito melhor para todos. Quanto mais a faixa for respeitada, mais será usada pelos pedestres, tornando o trânsito cada vez mais organizado. Reduza a velocidade perto de faixas de pedestres. É mais fácil enxergar o pedestre fazendo o novo sinal. Além disso, evita freadas bruscas que podem comprometer a condução do motorista que está no veículo de trás. Pare antes da faixa. Dessa forma, o pedestre tem a certeza de que você vai dar a preferência para que ele atravesse a rua. Espere o pedestre atravessar. Somente arranque o seu veículo depois que o pedestre atravessou completamente a rua. Seja prudente no trânsito. Não corra, diminua a velocidade ao se aproximar da faixa de pedestres e sempre fique atento ao veículo de trás.

Novo Sinal é uma campanha da cidade de Porto Alegre para trazer mais segurança a pedestres e motoristas. Link: www.novosinal.com.br


terça-feira, 8 de setembro de 2009

Eu fiz a diferença



Numa praia tranqüila, junto a uma aldeia de pescadores, morava um escritor. Todas as manhãs, ele passeava a beira-mar, fazendo suas reflexões, e de tarde ficava em casa escrevendo. Um dia, caminhando sobre a areia, ele viu de longe um menino recolhendo na areia as estrelas-do-mar, uma por uma, e jogando-as novamente para o oceano. “Por que você está fazendo isso”, quis saber o escritor, ao se aproximar. “Você não vê?”, respondeu o menino. “A maré está baixa e o sol está brilhando. Se ficarem aqui na areia, as estrelas vão secar ao sol e morrer...”. “Meu jovem”, contestou o escritor, “existem milhares de quilômetros de praias por este mundo afora, e centenas de milhares de estrelas-do-mar espalhadas pelas praias. Que diferença faz você jogar umas poucas de volta para o oceano, se a maioria vai perecer de qualquer forma?” O menino então se abaixou para pegar mais uma estrela e, ao iniciar o movimento para devolvê-la ao oceano, voltou-se para o escritor e disse: “Para essa eu fiz diferença”. De volta à sua casa, o escritor não conseguiu mais escreve nem dormiu à noite. Esperou chegar a manhã seguinte para encontrar-se com o menino e, juntos, começaram a jogar estrelas-do-mar de volta para o oceano. Você, leitor, não quer fazer desse universo um lugar melhor devido à sua presença? Jogue você também muitas "estrelas" de volta ao oceano.


domingo, 6 de setembro de 2009

sábado, 5 de setembro de 2009

Degradação da Orla



Manchas de poluição no mar, descarte de lixo e esgoto, sujeira e assaltos a banhistas são alguns dos sinais da degradação que se pode enxergar a olho nu em algumas praias. É na areia, entretanto, que reside um grave problema de saúde pública, este só visível ao microscópio: as praias estão se transformando em um criadouro de microrganismos causadores de doenças que atacam intestino, pele, olhos e ouvidos. Existe um alto índice de parasitas intestinais, bactérias e fungos. "As pessoas só se preocupam com a qualidade da água nas praias. Mas, dependendo do lugar, elas podem correr mais risco na areia do que na água", diz a bióloga Adriana Sotero. Diversos fatores contribuem para a poluição das areias. Há as línguas negras, rastros de sujeira observados na areia após chuvas torrenciais que carregam lixo e esgoto para o mar; o lixo deixado pelos frequentadores, que atrai animais transmissores de doenças, como ratos e pombos; e o péssimo hábito de banhistas de levar cachorros para a praia (fezes de animais, como cães e pombos, causam verminoses, como bicho-geográfico, lombriga, solitária e oxiúro. É preciso tomar precauções como não sentar sem antes forrar o chão com esteiras ou cangas, andar de chinelo e evitar que crianças levem à boca a mão suja de areia. Para se desenvolver, os microrganismos que infestam as praias precisam de ambiente úmido, longe do sal e de altas temperaturas. A forma mais eficiente de combatê-los é revirar a areia. Com a aeração do ambiente e a exposição ao sol, os microrganismos não sobrevivem.


terça-feira, 1 de setembro de 2009

Reciclagem de celulares com renda revertida para projetos socioambientais

A Vivo está disponibilizando mais de 3.400 pontos de coleta para você reciclar o seu celular, bateria ou acessório sem utilidade (carregadores). Viabilizando a reciclagem de toneladas de metais e plásticos, que retornaram ao mercado para produção de novos produtos. A verba arrecadada com a venda desses produtos reciclados está financiando iniciativas de conservação da fauna e flora brasileiras e de nascentes de rios, desenvolvidos pelos projetos Mico-leão-da-cara-preta, Mico-leão-preto e Nascentes Verdes Rios Vivos, do IPE. Para realizar a doação, dirija-se às Lojas Vivo, onde encontrará uma urna de coleta de celular, baterias e acessórios. Antes de depositar o aparelho usado, verifique se está desligado. Preencha e assine duas vias do termo de doação, que fica exposto na própria urna. Uma via fica com o doador e a outra deve ser depositada com o aparelho, baterias ou acessórios. O celular usado pode ser de qualquer modelo ou operadora. http://www.ipe.org.br/html/vivo.asp