Pesquisa QC

Pesquisa personalizada

sábado, 27 de dezembro de 2008

Êxtase, a pílula da dor


O Êxtase (Ecstasy), a chamada pílula do amor, uma droga de classificação A no Reino Unido, causa euforia, desinibição, ansiedade e intensa sensação de sociabilidade. Porém existem casos onde os efeitos são exatamente o contrário: ao invés de prazer, a pessoa pode ser tomada por uma sensação de paranóia e pânico, além de profunda depressão. Quem consome está sujeito a ingerir altíssimas doses da droga em um único comprimido, além de substâncias venenosas e outras drogas como LSD e heroína. É uma droga de alto risco que pode causar muitos efeitos, além dos descritos acima: taquicardia, desidratação, elevação da temperatura corporal (hipertermia fulminante: morte), hipertensão seguida de hipotensão, tremores, bruxismo, diminuição do apetite, distúrbios da memória, danos permanentes no sistema nervoso central, fadiga, dores musculares, insônia, náusea, alucinações visuais, cefaléia e sudorese. A droga compromete o desempenho sexual masculino, diminui a resistência do organismo, aumenta o risco de propagação da AIDS. Utilizada com o Viagra pode causar infarto e derrames. Nas festas onde há altas temperaturas ambientais, podem propiciar ao usuário desmaios e convulsões e até a morte. Se você for usuário do êxtase, ou pretende ser, considere consultar o seu médico ou agentes de saúde em clínica de tratamento. A maioria delas estará acessível para discutir sobre o consumo de drogas e poderá fornecer informações preciosas sobre como minimizar os riscos. Ela leva à dependência fisiológica e psicológica pois: induz tolerância, é utilizada em doses maiores do que o planejado. DROGAS, TÔ FORA...

Nenhum comentário: